Em 2012, a remuneração dos colaboradores somou R$ 395,8  milhões, além de R$ 196,5  milhões em encargos sociais obrigatórios e R$ 93,3  milhões em benefícios, como assistência médica e odontológica, previdência complementar, convênio com farmácias, transporte, alimentação e seguro de vida, entre outros. A proporção entre o maior e o menor salário pagos pela empresa foi superior a trinta vezes o menor salário, sendo que o menor salário anual pago pela empresa foi 1,1849 vezes o salário mínimo nacional, vigente no exercício. Todos os benefícios são estendidos a colaboradores e aprendizes, estagiários recebem refeição, assistência médica, seguro de vida e vale-transporte; e temporários têm direito a refeições e vale-transporte. |GRI LA3, EC5|

A remuneração está atrelada à meritocracia e em se tratando de remuneração fixa, a abordagem aplicada pela Klabin é feita através do estabelecimento de faixas salariais criadas à partir dos níveis de responsabilidade e atividades executadas pelos diferentes cargos da empresa. O posicionamento do ocupante do cargo em uma faixa salarial se dá através da incidência de fatores como aumentos de mérito, enquadramento e aplicação das convenções coletivas de trabalho, neste contexto também incide o aquecimento do mercado salarial em determinados nichos profissionais que acelera e influencia as estratégias de contratação a manutenção do funcionário. Assim a soma destes fatores resulta em situações onde num mesmo cargo, existem diferentes salários dentro de uma mesma faixa.

Comparação de salário e remuneração de homens e mulheres |GRI LA14|

Categoria funcional Salário Base(1) Proporção (M/H)(2)
Diretores 114,70%
Gerentes 82,12%
Supervisores 172,67%
Coordenadores 95,11%
Administrativos 100,00%
Operacionais 108,28%
Técnicos 108,41%
Por região
Sul 108,01%
Sudeste 109,36%
Nordeste 100,00%

(1) Salário-base: valor fixo e mínimo pago a um empregado pelo desempenho de suas tarefas. Não inclui remunerações adicionais como as baseadas em anos de casa, horas extras, bônus, pagamento de benefícios ou quaisquer auxílios adicionais (ex.: vale transporte).
(2) Mulher/Homem

Nota: quando a proporção for superior a 100%, a favorabilidade se dá em relação ao gênero feminino (ex.: dentre os diretores da Klabin, a proporção de 114,70% representa que as mulheres desta categoria funcional possuem um salário base 14,70% superior ao praticado para os homens de mesmo cargo). Já proporções inferiores a 100% demonstram favorabilidade para o gênero masculino. (ex.: dentre os coordenadores da Klabin, a proporção de 95,11% representa que os homens desta categoria funcional possuem salário base 4,89% superior ao praticado para as mulheres de mesmo cargo).

Os salários pagos pela Klabin são compatíveis com a média do mercado de celulose e papel e como forma de manter a competitividade das faixas e o alinhamento junto à estratégia da empresa, periodicamente são realizadas pesquisas salariais buscando uma equalização com este mercado.

Quanto a remuneração variável, os valores estão atrelados ao cumprimento de metas individuais – estabelecidas em cada exercício – e metas coletivas, determinadas de acordo com os resultados obtidos pela organização. Os programas de remuneração variável desenhados pela empresa preveem pagamentos semestrais e são conhecidos como Programa Participação nos Resultados (PPR) e Programa de Participação nos Resultados para Gestores (PPRG). O montante pago em 2012 a título de remuneração variável somou R$ 51,9 milhões.

Destaca-se ainda que a Klabin vincula metas de desempenho socioambiental em seus programas de remuneração variável, tanto para gestores (PPRG) com contratação de metas individuais quanto para os demais funcionários (PPR) com contratatação de metas coletivas. Tais metas são estabelecidas, acompanhadas e comunicadas conforme perfil e abrangência funcional, além da responsabilidade e autoridade sobre os meios e recursos necessários a seus antingimentos.