Diante de um cenário macroeconômico global menos favorável, o ano de 2012 abriu um novo ciclo de revisões estratégicas e foi de fundamental importância para implementarmos na Klabin processos de gestão mais maduros e aprimorados. Como recompensa a este esforço, alcançamos o melhor resultado na história da empresa, com excelente desempenho em todos os segmentos de negócios em que atuamos.

A consolidação de um programa estruturado de redução de custos em todas as áreas, somada aos investimentos de alto retorno e a uma postura comercial alinhada aos segmentos de mercado em que atuamos, permitiu um novo recorde em geração de caixa, com EBITDA de R$ 1,4 bilhão.

Desenvolvemos ao longo do ano processos de melhoria industrial, com o objetivo de elevar nossa eficiência e nossa produtividade. Destinamos R$ 76 milhões para o desgargalamento da Unidade Monte Alegre (PR), que garantirá uma capacidade adicional de branqueamento de 30 mil toneladas ao ano de celulose, eliminando a necessidade de compra do insumo no mercado. Em outra frente, demos sequência a investimentos para a entrada em operação de duas novas onduladeiras nas Unidades Jundiaí (SP) e Goiana (PE), sendo que a de Jundiaí opera com uma velocidade de 400 metros por minuto e é a maior máquina dessa natureza instalada no Brasil, em largura e em velocidade.

Por meio de estratégias comerciais bem-definidas, avançamos em novos segmentos no negócio de sacos industriais, que nos permitiram aumentar o volume vendido. Aprovamos o investimento de uma nova máquina de papel sack kraft, com capacidade de 80 mil toneladas, com a partida prevista para 2013, ampliando a competitividade do nosso produto, além de gerar novos empregos.

Na área florestal, entraram em operação novas máquinas de colheita e equipamentos de preparo de solo, com avanços significativos na primarização de mão de obra. O programa de redução de custos florestais, que envolveu o gerenciamento matricial de despesas, apresentou resultados no segundo semestre do ano e foi importante para a manutenção do custo caixa nominal em 2012. Em logística, introduzimos procedimentos-chave e um sistema de rastreamento de caminhões mais eficaz, o que otimizou as rotas e permitiu reduzirmos custos de frete.

O ano de 2012 foi também marcado pelo início de uma nova visão em relação à área de Recursos Humanos, que passou a ser denominada Gente & Gestão. Além de permitir maior dinamismo e eficiência na construção de uma cultura de engajamento, desenvolvimento e resultados entre todos os colaboradores, a nova nomenclatura ressalta o respeito e a importância que dedicamos ao capital humano, peça fundamental que move o nosso negócio.

Com base em nossa gestão de aprimoramento dos processos, avançamos no desenvolvimento de projetos para racionalizar a utilização de recursos naturais, mitigar impactos ambientais e estabelecer uma matriz energética cada vez mais limpa e sustentável. Entre as várias ações de melhoria adotadas no ano está a nova caldeira de biomassa em Correia Pinto (SC) que reduziu a queima de óleo combustível na unidade.

Continuamos investindo em pesquisa, desenvolvimento e inovação de nossos produtos e tecnologias. Em 2012, realizamos estudos nas áreas de melhoramento genético, nanotecnologia, biorrefinaria, entre outras. Executados em parceria com importantes institutos de pesquisa no Brasil e no exterior, esses trabalhos tiveram foco na produtividade e na geração de produtos mais resistentes, duráveis e energeticamente eficientes, buscando continuamente maior valor agregado.

Assim como nossos processos de gestão, o compromisso e as práticas de sustentabilidade também amadureceram. Agora, além do Comitê de Sustentabilidade, formado pela direção da empresa e com a participação de um membro externo, passamos a contar com a área específica de Gestão de Sustentabilidade, que faz parte da Diretoria de Planejamento Estratégico, com o objetivo de garantir a compreensão e o alinhamento das questões de sustentabilidade para toda a empresa, com uma visão estratégica de longo prazo.

Nosso compromisso com a sustentabilidade está refletido ainda em uma série de compromissos sociais externos assumidos com organismos nacionais e internacionais de grande credibilidade, sendo que o mais importante deles foi firmado em 2000, ao aderirmos ao Pacto Global das Nações Unidas. Por meio dessa importante iniciativa buscamos demonstrar o nosso engajamento com o desenvolvimento sustentável dos negócios e, acima de tudo, com a construção de um país mais justo e igualitário. |GRI 4.12|

Como reconhecimento a esse empenho, recebemos importantes premiações. A Klabin foi eleita pelo guia Melhores e Maiores, da revista Exame, a Melhor Companhia do Segmento de Papel e Celulose em 2012. Na 15ª edição do anuário As empresas mais admiradas do Brasil, da revista Carta Capital, foi escolhida como a empresa mais admirada do setor de Papel e Celulose. E no ranking Melhores da Dinheiro, da revista IstoÉ Dinheiro, ficou em primeiro lugar na categoria Papel e Celulose, entre outros prêmios de destaque que conquistamos.

A reunião desses esforços representa uma nova dimensão de criação de valor em nossa cadeia de produção. Isso nos torna ainda mais competitivos e flexíveis para diversificar produtos e alternativas logísticas, contando com recursos tecnológicos e com pessoas orientadas para a inovação. Esses aspectos, aliados a um excepcional trabalho em equipe, demonstram estarmos no caminho certo e reforçam a convicção sobre o potencial de nossos diferenciais. Olhando para o futuro, acreditamos que em 2013 consolidaremos as bases para o crescimento sustentado da Klabin.

Agradecemos a todos os clientes, fornecedores, investidores e parceiros de negócios e, em especial, aos nossos colaboradores, que contribuíram para alcançarmos os expressivos resultados de 2012.

A Administração